O que é aromaterapia e o que é difusor elétrico? Saiba onde encontrar e como usar

O difusor elétrico é um equipamento com a função de aromatizar o ambiente de forma quente, normalmente com o uso de óleos essenciais, cujos aromas exercem diferentes sensações em quem os experimenta.

Ao ser conectado à energia, o difusor elétrico gera uma fonte de calor constante e alcança uma temperatura ideal para que os óleos essenciais espalhem o seu perfume.

Esse tipo de difusão transmite uma sensação agradável ao ambiente e pode ser usado tanto para momentos de descanso quanto para situações em que se quer energizar o local e as pessoas presentes. No caso de uso para “acalmar”, é importante lembrar que o difusor elétrico pode ser um aliado valioso inclusive na hora de dormir. Como são aparelhos silenciosos, podem ser usados tranquilamente no quarto.

Apesar do difusor elétrico ser um aparelho de uso muito simples, ele ainda gera algumas dúvidas, as quais vamos esclarecer nesse artigo. Afinal, como usar um difusor elétrico? Como funciona um difusor elétrico? Onde encontrar um difusor elétrico da marca Via Aroma? Posso usar difusor elétrico em qualquer estação do ano? De que maneira posso praticar aromaterapia usando o difusor elétrico de ambiente? Quais óleos essenciais posso usar no difusor elétrico de ambiente?

Como usar um difusor elétrico?


Como usar um difusor elétrico de ambiente é pergunta simples de responder. Basta conectá-lo a uma tomada, no ambiente que se pretende aromatizar. Depois, é só escolher qual óleo essencial vai usar (veja dicas abaixo), definir a quantidade de gotas de sua preferência e ligar o aparelho. Pronto, em minutos o aroma dos óleos começa a se espalhar por todo o espaço.

Como funciona um difusor elétrico de aromas?

Ao ser conectado à energia, o difusor de aromas elétrico começa a gerar uma fonte de calor e, em pouco tempo, atinge a temperatura ideal para difundir o aroma dos óleos essenciais pelo ambiente.

Como funciona um difusor elétrico de aromas?

O difusor elétrico de ambiente pode ficar ligado por horas seguidas e seu consumo é bem em conta no bolso do consumidor, pois chega a apenas 5w.

Via Aroma e seu difusor de aromas elétrico

Após o aumento de interesse por práticas como a aromaterapia, no inicio dos anos 90, a empresa Via Aroma começa a se consolidar no mercado através do desenvolvimento do difusor de aromas elétrico. Foram anos de desenvolvimento para alcançar a melhor forma de aromatizar ambientes através do calor.

Os diferenciais presentes no produto vão desde ser pequeno e portátil, além da facilidade de poder usá-lo em qualquer lugar, seja em casa, ou em ambientes corporativos, como recepção de empresas, salas de espera e lojas (os clientes adoram), escritório, spa, entre outros. Basta escolher o óleo essencial mais adequado à sensação que se pretende propiciar e oferecer esse diferencial para clientes e colaboradores.

Quais óleos essenciais posso colocar no difusor elétrico?

O portal especializado em saúde e bem-estar Tua Saúde apresentou uma vasta lista de óleos essenciais que você pode inserir em seu difusor de aromas elétrico. Confira a lista com os nomes e seus benefícios.

Difusor elétrico e óleo de Alecrim

Cansaço mental, falta de memória, dificuldade de concentração, dor de cabeça, enxaqueca, dores musculares e dores articulares.

Difusor elétrico e óleo de Lavanda

Excesso de estresse, dor de cabeça, resfriados, insônia e problemas respiratórios.

Difusor elétrico e óleo de Canela

Cansaço físico ou mental, tonturas, irritabilidade, dor de cabeça, falta de concentração, cólicas menstruais e dificuldade em relaxar.

Difusor elétrico e óleo de Jasmim

Diminuição da libido, problemas respiratórios, excesso de estresse, depressão e tensão muscular.

Difusor elétrico e óleo de Bergamota

Excesso de estresse, depressão, ansiedade, infecções da pele, má digestão.

Difusor elétrico e óleo de Camomila

Excesso de estresse, tensão muscular, depressão e inflamação do sistema urinário.

Como funciona um difusor elétrico de aromas?

Difusor elétrico e óleo de Eucalipto

Problemas respiratórios, dor de cabeça, enxaqueca, dores musculares, febre e tensão muscular.

Difusor elétrico e óleo de Limão

Falta de concentração, ansiedade, excesso de estresse, falta de energia, sistema imune enfraquecido, dor de cabeça, má digestão e febre.

Difusor elétrico e óleo de Sândalo

Dor no peito, excesso de estresse, tensão muscular, diminuição da libido.

Difusor elétrico e óleo de Ilangue-Ilangue

Ansiedade, excesso de estresse, dor de cabeça, náuseas, pressão alta, problemas intestinais ou redução no crescimento de pelos.

Caso você queira fazer uma mistura desses óleos dentro do difusor elétrico de ambiente, o mais indicado é buscar indicação de um especialista, já que cada óleo carrega sua composição específica. A mistura não é indevida, porém a indicação é que aconteça apenas com a orientação de um profissional, para que aromas não compatíveis sejam utilizados de maneira indevida.

O que é aromaterapia?

A prática da aromaterapia tem tido um grande aumento nos últimos anos por ter excelentes contribuições na sensação de bem-estar de quem faz uso dela.

A aromaterapia, como o nome sugere, é basicamente uma terapia feita através do uso de aromas. Ela é uma terapia complementar, 100% natural e que utiliza óleos essenciais e outros formatos de fragrâncias para melhorar o seu bem-estar tanto físico quanto mental. Sua técnica consiste em aliar matérias primas como flores, cascas, sementes, madeiras ou ervas no uso dos óleos de forma que são utilizadas nos óleos essenciais, no qual libera partículas que estimulam diversas partes do cérebro.

+LEIA MAIS: O poder dos óleos essenciais

Atualmente, essa terapia é usada em todo mundo, justamente por oferecer equilíbrio e bem-estar integral naturalmente. Além disso, as diversas fragrâncias disponíveis no mercado colaboram para os vários momentos, seja no ambiente que se deseje despertar a tranquilidade ou apenas para harmonizar o ambiente com um aroma agradável.

O que é aromaterapia?

Como funciona a aromaterapia?

De acordo com estudo feito pela Universidade de Havard (EUA), os aromas têm papel fundamental em diferentes lembranças do passado e são capazes de direcionar o comportamento dos indivíduos, e tem capacidade, inclusive, de despertar sentimentos, reações e comportamentos. O motivo disso acontecer é que, segundo Grace Shennato Pereira Moraes, do Núcleo de Neurociências do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG, a serotonina (importante modulador de humor), quando é liberada no bulbo olfatório (também no cérebro), afeta a representação neural dos odores. Desta forma, o cheiro teria clara relação emocional e nas memórias e é assim como funciona a aromaterapia.

Onde encontrar difusor elétrico da Via Aroma e óleos essenciais?

Na farmácia da Homeopatia Brasil você encontra uma grande variedade de óleos essenciais, assim como o difusor elétrico de ambiente da Via Aroma.

Entre os óleos essenciais disponíveis na Homeopatia Brasil, estão o de Tangerina, Capim limão, Hortelã e vários outros e, nesses links, você pode conferir a indicação de cada um deles. Ou, se preferir, no link da farmácia, onde constam todos os óleos, assim como o difusor de aromas elétrico.

Posso usar difusor elétrico em qualquer estação do ano?

Sim, é possível usar o difusor elétrico de ambiente em qualquer estação no ano. No entanto, nos períodos mais quentes, o difusor elétrico pode aumentar um pouco a sensação de um ambiente quente. Por isso, é indicado o uso do difusor elétrico em ambiente de preferência arejado. Também é menos recomendável seu uso no banheiro, pelo fato do local geralmente ser mais abafado do que o resto da casa.

Difusor elétrico de ambiente pode ficar ligado a noite toda?

O difusor elétrico de ambiente elétrico tem uma duração estimada de funcionamento de 4 horas, então, é bem comum que pela manhã, ao acordar, o efeito do difusor elétrico de ambiente não seja mais sentido.

Difusor elétrico de ambiente pode ficar ligado a noite toda?

De toda forma, já está comprovado que para efeitos de sono, os óleos essenciais são, sim, benéficos, portanto, o difusor elétrico pode ficar ligado por horas. Mas especialistas alertam que vale mais fazer várias inalações curtas, do que longos períodos de inalação.

A recomendação mais comum é ligar o difusor de ambiente elétrico um pouco antes de dormir e desligar quando sentir que o sono está chegando.

A professora Mayra abordou o tema em seu site especializado em aromaterapia e vida natural, o Casa May. Veja um trecho do que ela explica:

“Já disse algumas vezes que mais valem curtas inalações do que longas inalações. Nosso olfato é um serzinho muito do enjoado: rapidamente “cansa” de um odor (fenômeno da acomodação olfativa), depende de uma mucosa fácil de ficar sensibilizada, e está à distância de poucas sinapses do cérebro (duas entre o nervo olfativo e a amígdala cerebral; três até o hipocampo), de forma que tudo que atravessa o nariz chega chegando pra valer no sistema nervoso. Então, devagar com o andor. Você pode se beneficiar de todo o potencial terapêutico dos OEs (Óleos essenciais) fazendo de 2-3 inalações que durem de 10-20 min por dia, em vez de ficar com um difusor ligado por horas no ambiente, ou ficar horas com um colar olfativo dependurado no pescoço. Dito isso, espero que você considere: precisa, mesmo, dormir com um difusor de ambiente elétrico ligado na tomada a noite toda?”

Em que pese a dica das curtas inalações, a especialista tranquiliza aqueles que preferem ficar com o difusor elétrico durante horas ou que têm receio de dormir e esquecer de desligá-lo. “É importante lembrar que, quanto a questões técnicas do difusor de ambiente elétrico, ficar ligado durante toda a noite como risco de superaquecimento, não é um problema. O aparelho não sofrerá dano algum, porém, como já dito, seus efeitos aromáticos duram aproximadamente 4 horas”, afirma.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram