fbpx

O que é Homeopatia e para que serve? como funciona, princípios e medicamentos

A homeopatia é uma ciência desenvolvida pelo médico alemão Samuel Hahnemann há mais de 220 anos e é o segundo sistema de saúde mais utilizado no mundo. Essa ciência é utilizada para restabelecer o equilíbrio da energia vital e tratar uma infinidade de doenças físicas e psicológicas, sendo considerada, inclusive, uma importante terapêutica para a ansiedade. A homeopatia também é usada para tratar pragas e doenças em plantas e animais.

A Homeopatia Brasil vem trabalhando desde 1996 com os princípios que norteiam a homeopatia e tem produzido os mais diversos medicamentos disponíveis em seu site para serem distribuídos para todo o Brasil.

O que é homeopatia e para que serve?

Diferente da alopatia, o tratamento homeopático foca no paciente e não na doença e dá o estímulo que o organismo precisa para processar a autocura.  Com o uso de medicamentos homeopáticos, o paciente faz um tratamento sem agressões ao organismo. O mesmo ocorre na homeopatia pediátrica; a saúde infantil é restabelecida sem efeitos colaterais. Processo idêntico é verificado na odontologia homeopática e na veterinária homeopática. 

O médico homeopata, o dentista e o farmacêutico homeopatas são os responsáveis por indicar medicamentos adequados, que serão adquiridos em farmácias do gênero. Da mesma maneira, o veterinário homeopata  é profissional habilitado a prescrever homeopatia para o tratamento de animais. 

O uso da homeopatia também na agricultura e na veterinária, seja no tratamento em animais de rebanho ou animal doméstico, tem obtido excelentes resultados, realidade que responde com um grande “não” à pergunta: homeopatia é placebo?

A homeopatia funciona e foi desenvolvida para tratar doentes em sua totalidade e pode ser utilizada para tratar todos os pacientes, independente das doenças que eles tenham, conforme comprovam inúmeras pesquisas científicas realizadas mundo afora. A renomada médica veterinária homeopata, pós-doutorada, Leoni Villano Bonamin, que foi presidente (2002-2008) e vice-presidente (2008-2014) do GIRI (Groupe International de Recherche sur l´Infinitésimal), é uma cientista que tem longo trabalho relacionado à comprovação da eficácia da homeopatia. É com base em seus anos de estudos e pesquisas que ela afirma de forma categórica: “a homeopatia funciona”. Para saber mais sobre o gigantesco trabalho dessa cientista, leia essa entrevista que ela concedeu à Homeopatia Brasil, na qual aborda os muitos estudos que demonstram resultados efetivos desta ciência, os próximos passos importantes para a homeopatia e as razões pelas quais defende que “a homeopatia é a medicina do passado, do presente e do futuro”.

Nanopartículas da homeopatia

Nanopartículas que curam

A homeopatia é uma ciência de ponta. Ela é considerada “high tech” e pode ser definida como uma nanotecnologia, uma vez que trabalha em escala infinitesimal, ou seja, infinitamente pequena. Isso ocorre porque o método de produção do remédio homeopático, que é a dinamização – diluições sucessivas de substâncias em veículo adequado e agitamento vigoroso e ritmado – deixa partículas mínimas de substâncias. O medicamento homeopático produzido a partir desse processo pode ser usado para o tratamento de doenças antes mesmo delas se manifestarem, como forma de manter ou restabelecer o equilíbrio da energia vital do organismo de forma sutil. 

A homeopatia também é utilizada no cuidado de plantas e animais, e, a partir do uso de preparados diluídos que atuam no reestabelecimento da energia vital desses organismos, não há agressão ao sistema nem impactos ao meio ambiente.

Como funciona a homeopatia?

A Homeopatia funciona como qualquer outra terapêutica que obedeça aos princípios da biologia. É uma ciência que utiliza medicamentos diluídos capazes de promover a harmonia e o equilíbrio da energia vital do organismo. A homeopatia faz uso de uma quantidade mínima de substâncias, porém está provado cientificamente que os modelos biológicos – seres humanos, plantas, animais e até o solo – respondem a estímulos micro e que eles são capazes de promover um realinhamento, um ajuste desse modelo biológico. A doença é uma perturbação da energia vital e a homeopatia restabelece o equilíbrio.

A cura pelo semelhante

Durante o desenvolvimento da homeopatia, Hahnemann baseou-se no pensamento de Hipócrates, pai da medicina, que defendia: “Aquilo que provoca a doença onde ela não existe, também pode curar a doença onde ela existe”. Esse é um dos pilares da homeopatia, conhecido por Lei da Semelhança – o semelhante cura o semelhante (do latim: similia similibus curantur). Ou seja, a ideia central do funcionamento da homeopatia é que as substâncias capazes de desencadear no indivíduo saudável um conjunto de sinais e sintomas, pode também curar estes sintomas em um indivíduo doente”.

Fazendo uma analogia, é como usar o veneno da cobra para curar alguém picado por ela. A ciência preconiza que duas forças iguais quando se encontram, se anulam. É por isso que a terapêutica homeopática funciona tão bem. 

Tratamentos com a homeopatia

O que trata a Homeopatia?

Toda pessoa –  de bebês a idosos – assim como todos os tipos de animais, de planta e de solo, podem ser tratados com homeopatia, e a princípio, qualquer doença pode ser tratada com homeopatia, desde uma praga na lavoura ou uma contaminação em um animal, assim como uma gripe ou uma infecção, e doenças como ansiedade e depressão.

No caso de doenças como o câncer, a homeopatia pode ser vista como uma terapêutica complementar, sendo então utilizada para tratar os maus efeitos do tratamento convencional como a perda de apetite e náusea causadas pela quimioterapia e radioterapia.

Homeopatia na Agricultura

Homeopatia na Agricultura

O objetivo do uso da Homeopatia na agricultura é prevenir e controlar doenças e insetos, estimular a fisiologia das plantas e fortalecer sua resistência. Essa tecnologia se apresenta como grande ferramenta no tratamento de lavouras para a produção de alimentos livres de agrotóxicos. 

A homeopatia atua na planta como estimulante dos mecanismos de defesa, e repara o desequilíbrio metabólico que prejudica o aproveitamento dos nutrientes. Os resultados são aumento do vigor e da resistência e redução de pragas e doenças. Esse resultado agronômico demanda menos o uso de agrotóxicos e , com seu uso, se alcançam excelentes resultados de produtividade e qualidade, com impactos positivos no meio ambiente e na saúde dos trabalhadores e consumidores.

Homeopatia veterinária

Homeopatia na medicina veterinária: para o bem-estar dos animais

Eficaz na veterinária, no tratamento de problemas comuns na vida de grande porte, como aqueles ligados à produção de alimentos. A medicação homeopática não deixa resíduos detectáveis nos produtos de origem “animal” (leite, carne, etc), não contamina o meio ambiente e não oferece risco para os tratadores. O uso da homeopatia no animal permite, ainda, o equilíbrio na atividade diária dos bichos, por meio da redução do estresse, especialmente no confinamento, ajudando no bem-estar animal.

Homeopatia na Odontologia

A homeopatia na Odontologia é a especialidade que tem por objetivo a prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças próprias da boca e também é utilizada em procedimentos cirúrgicos, assim como tem ótimo efeito quando usada em paciente que sofrem de “odontofobia”, pois pode-se medicar esses pacientes para equilibrar o organismo e quebrar a cadeia de eventos que resultam nesse medo de dentista, que é tão comum. 

Os remédios homeopáticos também previnem hemorragias, ajudam na cicatrização e podem ser usadas para tratar gengivites e dor de dente.

Homeopatia Infantil: saúde pediátrica

A homeopatia pediátrica proporciona à criança menor suscetibilidade a doenças comuns, como gripes, sinusites, bronquites e outras que, quando surgem repetidamente, sinalizam o enfraquecimento da energia vital. A homeopatia também tem efeitos muito positivos nos transtornos emocionais, favorecendo a superação de desequilíbrio desde a gestação até o crescimento.

Como a homeopatia infantil não apresenta contraindicação, os pais têm cada vez mais optado por essa terapêutica, considerada uma opção segura para o tratamento da criança. 

mulher com ansiedade

Homeopatia para Ansiedade

Os transtornos de ansiedade são a classe mais comum de transtornos mentais na população em geral. Os medicamentos geralmente prescritos para esses casos, na medicina convencional, podem causar efeitos indesejáveis como diminuição do desejo sexual e impotência, agressividade, insônia e confusão mental.

Diante de um quadro como esse, a homeopatia é uma opção eficiente para ao tratamento de doenças mentais. O uso de homeopatia para ansiedade tem evidência positiva significativa, é acessível, seguro e sem efeitos colaterais. 

A Homeopatia x Medicamentos

No início de suas experiências, Hahnemann fazia uma pesquisa sobre medicamentos. Seu objetivo era encontrar remédios que curassem o desequilíbrio do organismo sem trazer outros males ao paciente, o que era comum com o uso dos “medicamentos” da época.

Ele começou usando substâncias diluídas e percebeu que essas diluições ainda eram fortes e podiam causar reações indesejáveis. Então, passou a diluir cada vez mais, na escala de 1 para 100, chegando às doses mínimas (infinitesimais). Ele percebeu, também, que ao fazer diluições sucessivas das substâncias e agitá-las diversas vezes (sucussão), obtinha melhores resultados. E adotou, então, essa dinamização (dynamis – vem do grego e significa força) como processo de elaboração desses remédios.  

Hoje a homeopatia engloba mais de 3 mil “medicamentos” que podem ser extraídos de fonte vegetal, mineral, animal e produtos químicos e os remédios homeopáticos podem ser encontrados na forma de gotas, formulações magistrais, glóbulos, tabletes, comprimidos, pós e supositórios.

Para elaborar os remédios, a homeopatia usa algumas substâncias tóxicas que, se ingeridas de forma incorreta, podem trazer danos ao organismo. É o caso do veneno de aranhas, de plantas venenosas, como a Belladona, e de metais como o mercurio. Mas, devido ao avançado processo de diluição, esses verdadeiros venenos perdem a possibilidade de qualquer efeito nocivo e agem de forma positiva sobre o organismo, restabelecendo seu equilíbrio, sua energia vital, estimulando-o para a autocura.

Farmácia Homeopática

A farmácia homeopática tem papel fundamental no processo de tratamento do paciente. Numa farmácia homeopática de referência, como a Homeopatia Brasil, o paciente terá a certeza de adquirir remédios com material de qualidade assegurada, seja ele manipulado ou industrializado. Segundo o Conselho Federal de Farmácia (CFF), cabe ao farmacêutico orientar o usuário quanto ao consumo racional de medicamentos homeopáticos. 

Médico Homeopata

Em 1980 a homeopatia foi reconhecida como especialidade médica pelo Conselho Federal de Medicina. O médico para se tornar homeopata precisa fazer o curso de especialização ou residência médica que tem duração de 2 anos e é uma formação suplementar à faculdade. O médico homeopata e o farmacêutico homeopata são os responsáveis por indicar o tratamento e o medicamento adequados ao paciente, considerando suas condições físicas e emocionais. 

A homeopatia está integrada na Política Nacional de Práticas Integrativas e Medicinas Complementares para o Sistema Único de Saúde (SUS), portanto, é possível encontrar atendimento homeopático na rede pública.  

Homeopatia Unicista e Pluralista

Na homeopatia existem duas vertentes no modo de prescrever o medicamento: a Unicista e a Pluralista. A primeira defende que para cada indivíduo existe um medicamento de fundo para todos os sintomas. Já a Pluralista prega que para cada indivíduo existe mais de um medicamento. A corrente Pluralista ainda se divide em Alternista, que intercala remédios em frascos separados e em horários diferentes, e a Complexista, que usa dois ou mais medicamentos no mesmo frasco. Em todos os casos, o princípio básico de que “semelhante cura semelhante” e as regras de diluição e sucussão das substâncias permanecem inalterados. 

Homeopatia Unicista e Pluralista

Homeopatia é Placebo?

Estudos científicos mostram resultados notáveis da homeopatia. Mesmo assim, ainda se faz uma relação indevida entre remédio homeopático e placebo. O placebo é uma substância que não possui nenhuma ação contra uma determinada doença, mas, muitas vezes, ajuda o paciente na cura pelo simples fato dele acreditar que será curado. A homeopatia é ciência de alta tecnologia e tem propriedades farmacológicas muito bem definidas e de efeitos cientificamente comprovados. 

Ocorre que, como na elaboração do remédio homeopático a substância é diluída muitas vezes, até que reste quantidade ínfima de matéria na água ou no álcool, as pessoas podem entender que a substância resultante não traz mais o princípio ativo original. O que é um erro grosseiro. Os resultados do tratamento homeopático foram cientificamente comprovados inclusive em vegetais, animais e até em experimentos laboratoriais, que, obviamente, estão imunes ao “efeito ‘placebo’”.

O que é Alopatia?

A alopatia é o sistema de medicação usado pela medicina tradicional. Diferente da homeopatia, o princípio básico da alopatia é combater as doenças com o uso de medicamentos que produzam efeitos contrários aos sintomas causados por elas. Por isso, muitas drogas são denominadas “anti”, como antigripais e antibióticos, anti-inflamatórios… A alopatia foca na doença enquanto a homeopatia foca na cura do organismo. 

Conclusão

Para Hahnemann, a “mais elevada e única missão do médico é tornar saudáveis pessoas doentes, o que se chama curar”. Os excelentes resultados obtidos por meio de tratamentos homeopáticos nas últimas décadas, seja no cuidado de pessoas, na defesa vegetal ou animal, mostram que ao desenvolver a homeopatia, Hahnemann alcançou essa missão. Esses resultados confirmam a eficácia dessa ciência e demonstram que a abordagem homeopática é fundamental, inclusive, para se compreender melhor o adoecimento e assim se encontrar cada vez maior resolutividade nas doenças.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Fale com a Homeopatia Brasil

O que você achou do artigo? Deixe aqui seu comentário que retornaremos o mais rápido possível.

Quer saber mais sobre o produto Lorem Ipsum?

Nos envie uma mensagem que tiraremos suas dúvidas!

×