Silicea homeopatia, um medicamento para várias doenças

Na homeopatia, um mesmo medicamento pode tratar diferentes doenças, assim como uma mesma doença pode ser tratada com medicamentos diferentes. Isso acontece porque uma das características da homeopatia é focar no paciente e não na doença ou nos sintomas. E entre os medicamentos da homeopatia existem aqueles que são usados nos mais variados quadros de tratamento. É o caso da Silicea (a qual trataremos como homeopatia Silicea, pois é como se dá a maioria das buscas por esse termo, ou Homeopatia Silicea Terra).

Claro que é em função do paciente, de seu histórico de saúde e doença que o medicamento, seja ele a Silicea homeopatia, seja qualquer outro, é definido pelo homeopata.

É por esse motivo que pode acontecer de uma pessoa que apresente transtornos digestivos ser tratada com um medicamento e outra pessoa, que apresente o mesmo problema, ser tratada com outro medicamento completamente diferente.

Da mesma maneira, pode ocorrer de um mesmo medicamento ser indicado para transtorno digestivo e também para insônia, por exemplo. É o profissional de saúde que vai determinar qual medicamento tomar, para que serve, como funciona e esclarecer sobre dúvidas a respeito de efeitos colaterais.

A Silicea homeopatia é usada para tratar problemas de oftalmologia, pneumologia, otorrinolaringologia, ginecologia, urologia, dermatologia, estomatologia e gastroenterologia.

A Silicea homeopatia tem atuação em doenças inflamatórias e infecciosas e também é recomendada em caso de distúrbios comportamentais e de personalidade.

Alexandre Leonel

Segundo o farmacêutico homeopático, Alexandre Leonel, responsável pela Homeopatia Brasil, a Silicea homeopatia é, também, o medicamento da imunidade na homeopatia. É, ainda, muito utilizada para a saúde dos cabelos, pele e unhas.

A dosagem da Silicea homeopatia vai depender dos sintomas da doença a ser tratada e da sensibilidade do paciente. A partir dessas informações, o profissional vai definir a diluição e a dosagem apropriadas para a condição de cada pessoa.

Características da Homeopatia Silicea Terra

A Homeopatia Silicea Terra é um composto oxigenado do óxido de silício, que se encontra nos três reinos da natureza (mineral, vegetal e animal). A Silicea de origem mineral se apresenta em 3 formas: cristalizada (quartzo); amorfa (sílex, ágata, ônix) os salicilatos são sais de sílica constituintes das rochas de granito a partir de onde se preparam vidros; forma coloidal (águas naturais).

Uma das características da Silicea homeopatia, é que a Silicea é assimilada pelos vegetais e entra na constituição das partes mais resistentes como nodos de bambu e fibras têxteis.

Como funciona a Silicea homeopatia

Como funciona a Silicea homeopatia e a Homeopatia Silicea Terra? A Silicea homeopatia está presente no tecido conjuntivo e uma de suas características é conferir ao tecido resistência e dureza tanto para ossos quanto para derme e nervos. É por isso que a Silicea homeopatia é tida, entre os homeopatas, como uma espécie de cimentos dos tecidos orgânicos.

A ausência da Silicea homeopatia no organismo leva a uma desmineralização desses tecidos e, também, a um enfraquecimento das defesas orgânicas.

Para que serve a Silicea homeopatia

Uma pergunta muito comum é para que serve a Silicea homeopatia, ou a Homeopatia Silicea Terra.

A Silicea homeopatia é normalmente indicada para tratar fístulas crônicas, abscessos, feridas com pus, mucosas irritadas, catarros crônicos, inflamação de gengivas. A Silicea homeopatia também pode auxiliar na expulsão de corpos estranhos como espinhos, alfinetes, farpas, etc.

A Silicea homeopatia também é usada para tratar dor de cabeça crônica com fotofobia forte. A Silicea homeopatia é eficaz no tratamento de crianças e adultos com carências alimentares, desnutrição e falta de sono.

Silicea homeopatia ajuda a equilibrar problemas de personalidade

Com relação aos sintomas psíquicos, a Silicea homeopatia também é indicada para pessoas que apresentam problemas de personalidade, como insegurança e falta de confiança em si mesmas, além de esgotamento mental, irritação e ansiedade.

Silicea homeopatia ajuda a equilibrar problemas de personalidade

Silicea homeopatia e efeitos colaterais

A Silicea homeopatia é um medicamento homeopático que deve ser adquirido em farmácia de confiança. Como todo medicamento homeopático, a Silicea homeopatia tem atuação suave e o farmacêutico pode esclarecer em detalhes porque a Silicea homeopatia é segura em relação a efeitos colaterais.

A Homeopatia Brasil conta com profissionais habilitados que podem preparar o manipulado de forma segura. Na farmácia da Homeopatia Brasil é possível encontrar, também, o remédio Sinudoron, usado como tratamento auxiliar da sinusite, e que contém Silicea homeopatia.

Matéria médica sobre a Silicea homeopatia

Como pudermos observar, o uso da Silicea homeopatia, que é também um Sal de Schüssler (leia mais abaixo) é muito amplo. É por esse motivo que existe vasto material na internet a respeito de seu uso, como funciona para tratamento de problemas de personalidade, para que serve e efeitos colaterais.

Dentre esses materiais, há matérias médicas que se destacam. A matéria médica é material produzido após o estudo de efeitos dos agentes terapêuticos no corpo para, então, “adaptá-los” aos sintomas conhecidos das doenças, de modo a tratar o paciente.

A Silicea homeopatia em matéria médica da Abrah

A Abrah – Associação Brasileira de Reciclagem e Atualização em Homeopatia, traz matéria médica sobre a Silicea homeopatia. A Abrah é uma associação sem fins lucrativos, fundada em 1997, cujo objetivo é especializar médicos, odontólogos e veterinários na área de Homeopatia através do Curso de e de Reciclagem.

A Abrah publica, também, textos e artigos originais de congressos e simpósios nacionais e mundiais, além de trabalhos científicos em revistas especializadas no âmbito nacional e internacional. Dentre esse material é possível encontrar amplo artigo que trata de Sais De Schüssler, com tópico específico para a Silicea homeopatia.

A Silicea homeopatia em matéria médica da Abrah

Abrahcon também traz ampla matéria médica sobre Silicea homeopatia

Outra entidade que se dedica ao tema é a Abrahcon – Academia Brasileira de Homeopatia Contemporânea. É uma instituição que tem entre seus objetivos difundir o conhecimento da homeopatia e promover a formação de profissionais e fomentar pesquisas sobre essa ciência. Em seu site também é possível encontrar extensa matéria médica sobre a Silicea homeopatia.

Um dos trechos dessa extensa matéria médica aponta que a Silicea homeopatia é “adequada ao temperamento nervoso, irritável. Pessoa que apresenta dúvidas e insegurança, ansiedade pelo futuro, principalmente em relação aos seus erros, com intenso sentimento de culpa, Ideias fixas, ideias obsessivas, concentração difícil, prostração mental, confusão que se agrava por conversação”.

A matéria médica é ampla e completa, se estendendo por várias páginas, nas quais são detalhados muitos aspectos da Silicea homeopatia e seus usos.

Silicea homeopatia e Sais de Schüssler

Os Sais de Schüssler são Sais minerais que equilibram o organismo, ajudando-o a encontrar o caminho da cura de diversos males. Um desses 12 sais é a Silicea homeopatia (leia mais abaixo).

Sais de Schüssler

Os sais de Schüssler são, também, conhecidos como sais bioquímicos. Esses sais são o resultado do trabalho do Dr. Wilhelm Schüssler, médico alemão do século XIX. Ele fazia pesquisas em cinzas de pessoas que haviam sido cremadas, para descobrir que minerais faltavam em suas células e estudava todo o histórico destas pessoas, fazendo uma ligação entre os minerais faltantes e as doenças que elas tiveram em sua trajetória. Assim ele chegou aos 12 minerais que, em sua avaliação, deveriam estar presentes no organismo, para uma saúde perfeita.

Os Sais de Schüssler são feitos à base de sais inorgânicos e têm em comum com a homeopatia o fato de serem dinamizados e usados em doses mínimas. Um desses 12 sais é a Silicea homeopatia.

Silicea homeopatia e beleza

Como já dito, a Silicea homeopatia é considerada o medicamento da imunidade. A Silicea homeopatia é, também, considerada o sal da beleza pois ajuda a melhorar pele, cabelo e unhas.

Silicea homeopatia e beleza

A falta de Silicea homeopatia no organismo pode levar a pessoa a desenvolver maior facilidade de formação de pus, abcessos, furúnculos, amigdalite, unhas quebradiças e até mau cheiro nos pés e axilas.

A Silicea homeopatia age de maneira a favorecer a supuração e a descarga de resíduos, ajudando em erupções cutâneas e limpando o sangue.

Na farmácia da Homeopatia Brasil é possível encontrar o Sal de Schüssler de Silicea homeopatia, usado para tratar pele, ( acne), cabelos (inclusive perda de cabelo), unhas e suores excessivos.

Silicea homeopatia no Manual de Sais de Schüssler

No Manual da Aplicabilidade dos 12 Sais de Schüssler, de autoria do professor Valter Ribeiro, é possível encontrar, também, as várias utilidades da Silicea homeopatia. Entre elas, o manual menciona a Silicea homeopatia para amigdalite, otite, bronquite, furúnculo, tremores, paresia, suores, raquitismo, pele (aspecto enrugado) suor noturno, flacidez dos tecidos, cicatriz, edemas entre vários outros.

Os demais Sais de Schüssler são os seguintes:

Calcarea fluorica (Fluoreto de cálcio)

É o restaurador da elasticidade dos tecidos. Trata fissuras na pele, perda de elasticidade, circulação lenta, dentes soltos. ajuda a manter a elasticidade dos tecidos e é benéfico para as condições associadas com o excesso de flacidez.

Calcarea phosphoric

Indicada para estado anêmico de meninas, problemas de coagulação do sangue, fraqueza óssea e dentária. Prevenção de câimbras musculares e dores durante a menstruação. Ajuda em casos de anemia, doenças ósseas,

Calcarea sulphurica (Sulfato de cálcio) 

É um dos sais que auxiliam na produção de fibrina, a proteína que age na sustentação dos tecidos da pele e na coagulação do sangue. Indicado para espinhas, dor de garganta, gripe, e todas as condições decorrentes de impurezas no sangue.

Ferrum phosphoricum (Fosfato de ferro)

Também conhecido como fosfato de ferro, é essencial para o transporte de oxigênio para todas as partes do corpo. Indicado para congestão, dor inflamatória, alta temperatura e falta de glóbulos vermelhos no sangue. Considerado como o “portador de oxigênio”, Ferro phosphoricum é benéfico para qualquer condição inflamatória ou febril.

Kali muriaticum (Cloreto de potássio)

É o principal agente na construção de fibrina no organismo (junto com Calcarea sulphurica) – o “construtor de blocos” do tecido conjuntivo. Indicado para metabolismo lento, catarro, dor de garganta, inchaço glandular, língua esbranquiçada, tosses e resfriados.

Kali muriaticum (Cloreto de potássio)

Kali phosphoricum

É o constituinte das células nervosas. Indicado para dores de cabeça nervosas, falta de vitalidade, humor sombrio, doenças de pele, insônia, depressão, timidez, e birras irritabilidade emocional, depressão, nervosismo, birras das crianças.

Kali sulphuricum (Sulfato de potássio)

Tem afinidade com gorduras no organismo. Quando ele está baixo, os óleos corporais ficam mais densos e tendem a entupir os poros. Isto causa secreções pegajosas, amareladas em erupções e abscessos. Muito bom, também, para corrimentos vaginais, erupções no couro cabeludo, aspa, condições inflamatórias em geral.

Magnesia phosphorica

É importante elemento mineral dos ossos, dentes, cérebro, nervos, sangue e células musculares. Atua de maneira efetiva em dores musculares, dor nos nervos, ciática, espasmos, torceduras, dor nas costas e câimbras.

É o principal remédio para toda dor de natureza espasmódica, como cólicas de menstruação, tosse espasmódica, neuralgia, palpitações e dores agudas em geral e sensação de aperto na garganta.

Natrum muriaticum (Cloreto de sódio)

É indicado para desânimo, dores de cabeça com constipação, azia, dor de dentes, rinite causada por alergia. Ajuda a controlar o grau de umidade nos tecidos, e como tal é benéfico para o alívio de olhos lacrimejantes e coriza; e em ressecamento dos tecidos em geral, incluindo prisão de ventre e problemas de digestão por falta de ácido digestivo no estômago.

Natrum phosphoricum

É responsável pelo equilíbrio entre os ácidos e os fluidos corporais. Sua ausência pode levar a rigidez e inchaço das articulações, sangue ácido, reumatismo, lumbago, vermes intestinais, revestimento amarelo forte na raiz da língua.

Natrum sulphuricum (Sulfato de sódio)

Atua nos fluidos intercelulares e órgãos, e ajuda a eliminar o excesso de água do organismo. É indicado para asma, gripe, malária e doenças do fígado. Ajuda a equilibrar a quantidade de água nos tecidos e, se necessário, elimina o excesso de fluido.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram