O que é colesterol total: taxas ideais e como medir

O colesterol é uma gordura importante para o funcionamento do corpo. Existem 3 tipos de colesterol: o chamado colesterol bom (HDL), o colesterol ruim (LDL) e o colesterol associado aos triglicerídeos (VLDL). Para entender de forma simples o que é colesterol total, é saber que o colesterol total é a soma desses três tipos de colesterol, sobre os quais vamos ver um pouco mais logo abaixo.

Nesse artigo, vamos entender um pouco melhor o que é colesterol total e também vamos ver os seguintes tópicos: colesterol total: por que pode estar alto? Como baixar o colesterol total; quando é perigoso e quais as taxas ideais do colesterol total; como medir como controlar o colesterol total; colesterol total: qual a relação com alimentação e quais os tipos de colesterol?

Colesterol total: quais os tipos de colesterol?

tipos de colesterol

Já vimos o que é colesterol total agora vamos ver com mais detalhes quais os tipos de colesterol. O colesterol HDL é uma lipoproteína de alta densidade. O seu papel é transportar o colesterol dos tecidos do corpo humano para o fígado. Esse transporte é tratado na medicina como o transporte reverso. O termo HDL vem do inglês high density lipoprotein que em português tem o significado de lipoproteína de alta densidade. O HDL exerce uma função contraria ao LDL e VLDL, os colesteróis ruins.

O HDL funciona como um elemento de limpeza no organismo. Tirando o colesterol das artérias e os conduzindo até o fígado. Isso impede que o corpo apresente o indesejável problema de excesso de colesterol nas artérias. Entendendo essa função de faxineiro exercido pelo HDL, é fácil compreender porque ele é considerado colesterol bom.

O “colesterol ruim” – em inglês, a sigla LDL vem de Low Density Lipoprotein, ou lipoproteína de baixa densidade. E, conforme explica artigo publicado pela Saúde Abril Medicina, essa molécula não é um colesterol. “O que ela faz é carregar as partículas de colesterol do fígado e de outros locais para as artérias. Ou seja, se anda em excesso na circulação, ela provoca um acúmulo nos vasos que pode, com o tempo, entupi-los ou formar trombos. Esse é o estopim para o infarto e o acidente vascular cerebral”.

Já o colesterol VLDL é uma lipoproteína de muita baixa densidade, produzido no fígado e tem como sua principal função transportar os triglicerídeos pela corrente sanguínea. Também considerado colesterol ruim.

Veja mais sobre colesterol total e seus riscos nesse artigo: Colesterol alto pode matar?

Colesterol total: por que pode estar alto?

colesterol alto

Para ter um colesterol total controlado, deve-se atentar a alguns fatores preponderantes e entender por que pode estar alto o índice de colesterol total.

Certos hábitos, condições e vícios cotidianos podem certamente sinalizar desequilíbrio no colesterol total, sendo quase sempre, para alto nível de colesterol total. Então é de suma importância tomar certos cuidados para manter o colesterol total equilibrado, pois o colesterol total em níveis altos oferece risco de doenças cardiovasculares, pressão alta e entupimento das veias, podendo causar infarto e derrame (AVC).

Para saber como prevenir um aumento nos níveis de colesterol total no organismo, é importante saber a origem desse colesterol total alto, que está diretamente ligado a alguns fatores, como por exemplo:

  • Tabagismo
  • Histórico familiar (genética)
  • Sedentarismo
  • Obesidade
  • Consumo de leite integral e seus derivados
  • Frituras
  • Carnes gordurosas
  • Consumo de margarina
  • Má alimentação em geral.

LEIA MAIS: Remédio natural para emagrecer – caseiro ou manipulado? Conheça as ervas e cápsulas liberadas pela Anvisa.

Como baixar o colesterol total?

Como baixar o colesterol total é uma dúvida muito recorrente. E o mais recomendado para manter o colesterol total equilibrado é que o paciente estabeleça uma vida mais saudável.

como baixar o colesterol

A prática de atividades físicas surge como uma das principais ferramentas para se baixar o colesterol total, pois o sedentarismo é um grande aliado do colesterol total alto que se em contrapartida a um baixo nível de HDL.

Além de manter o corpo ativo, o tabagismo pode ser um grande problema para seu organismo, fazendo com que os colesteróis ruins (VLDL E LDL) tenham uma grande concentração nas artérias. Podendo ocasionar o conhecido e temido entupimento de veias.

Outra maneira de manter seu nível de colesterol total equilibrado é adotando uma alimentação saudável como rotina e implementando alimentos que apresentam um rico percentual de HDL.

Esses alimentos fazem com que seu organismo mantenha em níveis saudáveis o bom colesterol e, consequentemente, abaixe os níveis do colesterol ruim.

Com uma lista variada de alimentos, você pode inserir na sua dieta cotidiana itens como abacate, nozes, avelã, castanhas, peixes ricos em ômega 3, sementes de girassol, sementes de gergelim, óleo de canola, azeitona e azeite. Além das obvias, frutas, verduras e vegetais variados. Uma lista repleta e que apresenta uma boa versatilidade de receitas.

Veja mais a respeito no artigo Sintomas de Colesterol, publicado pelo site Tua Saúde, especializado no tema.

Quando é perigoso? Quais as taxas ideais do colesterol total?

taxas ideiais de colesterol

Quando é perigoso e quais as taxas ideais do colesterol total são dúvidas muito comuns dentro desse tema “colesterol total”.

O colesterol total para ser considerado ideal deve estar pouco inferior a 200 mg/dl. O colesterol total sendo superior a 240 mg/dl já é considerado um colesterol alto e prejudicial à saúde humana. O nível ideal de colesterol HDL no corpo humano deve ser superior a 40 mg/dl e inferior a 100 mg/dl. Lembrando que essa taxa é válida apenas para o colesterol HDL.

Vale destacar que, mesmo o bom colesterol, ou seja, o HDL, também deve ser mantido em equilíbrio, pois um HDL alto, acima de 100 mg/dl, pode ser responsável para que o colesterol total ultrapasse os 240 mg/dl.

Veja alguns dos males que podem ser causados pelo colesterol total alto:

  • Acidente vascular cerebral (AVC);
  • Infarto;
  • Pressão alta;
  • Entupimento de veias e artérias;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Aterosclerose.

Como medir como controlar o colesterol total?

A maneira mais convencional de como medir como controlar o colesterol total é por meio de exames de sangue que são realizados normalmente em clínicas, hospitais ou laboratórios. O exame consiste em, após um jejum de 12 horas, retirar o sangue e medir as gorduras presentes nele como o HDL, VLDL, LDL e triglericídios.

Para controlar os níveis de colesterol total, com ojá mencionado, o mais recomendado é que o paciente estabeleça uma vida mais saudável, com a prática regular de atividades físicas, eliminar hábitos como o tabagismo e manter uma rotina de alimentação saudável.

Colesterol total: qual a relação com alimentação? Qual a relação com alimentação , quando se fala de colesterol total? Aqui cabe um trocadilho. Quando o assunto é colesterol total, a relação com a alimentação é total. Afinal, a maioria das gorduras presentes em nosso organismo e principalmente em nosso sangue vem de nossa alimentação.

como controlar colesterol

A revista Istoé traz uma reportagem referente a um estudo recente realizado nos Estados Unidos que dá dicas importantes para transformar a alimentação numa aliada da saúde cardíaca:

“Há uma nova lista de recomendações nutricionais para uma boa saúde cardiovascular, divulgada no fim de 2021 pela Associação norte-americana do Coração (AHA, na sigla em inglês). As orientações têm foco nos padrões alimentares e no equilíbrio das escolhas, sem citar, especificamente, quais itens seriam “proibitivos” ou “liberados”. Ao todo, dez pontos compõem o documento, sendo todos eles baseados em evidências. Confira a lista da entidade:

  1. Ajustar a quantidade de calorias ingeridas e o gasto calórico para alcançar e manter um peso saudável.
  2. Ingerir grande quantidade de frutas e vegetais, de variedades diferentes.
  3. Optar por alimentos integrais ou feitos com cereais integrais em vez de grãos refinados.
  4. Escolher fontes saudáveis de proteínas, principalmente de origem vegetal (leguminosas e nozes); comer regularmente peixe e marisco; preferir produtos lácteos desnatados e com baixo teor de gordura às versões integrais; optar por cortes magros de carne em vez de formas processadas.
  5. Preferir óleos vegetais líquidos a óleos tropicais (coco, palma, palmiste) e gordura animal (banha e manteiga), ou optar por gorduras parcialmente hidrogenadas.
  6. Dar preferência aos alimentos minimamente processados (alimentos in natura) ao invés dos  alimentos ultra processados.
  7. Diminuir o consumo de bebidas e alimentos com adição de açúcar.
  8. Escolher alimentos com pouco ou nenhum sal.
  9. Se não consome bebida alcoólica, não comece e, se consome, limite a quantidade.
  10. Seguir essas recomendações independentemente de onde os alimentos são preparados ou consumidos.
dieta para diminuir colesterol

O impacto da má alimentação na saúde cardíaca é um velho conhecido. Somada ao sedentarismo, à obesidade e ao controle inadequado da pressão arterial, do colesterol, do estresse e do diabetes, cria-se o terreno ideal para o surgimento de doenças cardiovasculares. Segundo o médico cardiologista Francisco Maia da Silva, do Hospital Israelita Albert Einstein, também professor de cardiologia da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), chefe do serviço de cardiologia da Santa Casa de Curitiba e coordenador da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), estas são a maior causa de mortalidade no mundo, com cerca de 16 milhões de eventos cardiovasculares somente em 2019, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

“É uma triste realidade que pode ser transformada com atitudes preventivas, que envolvem medidas de reeducação para uma alimentação saudável para o coração e outras mudanças de estilo de vida. São medidas não farmacológicas capazes de reduzir a ocorrência dos eventos cardiovasculares”, diz o médico. Veja o artigo na íntegra aqui.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram